Tantra

o espirito tantra

O espírito do Tantra

A palavra Tantra quer dizer “expandir”. Então, o processo prático que leva a expansão e a consequente emancipação é chamado de Tantra. Tantra é uma ciência prática. O processo prático de tantra começa com o fisico e progride ao fisico-psíquico, depois para psíquico-espiritual. Em Tantra, sádhana (a prática espiritual) é de maior importância. Tantra nos impulsiona a transformar nossos atos em evolução criativa.

Renuncia, desapego e asceticismo pelos quais alguém pode se libertar das amarras da existência e chamar de volta a sua identidade original com a fonte do universo não são o caminho do Tantra. Na verdade, Tantra é o oposto: não se retira da vida, mas se aceita o mais completamente nossos desejos, sentimentos e situações como seres humanos.

Para o sadhaka (praticante) o alvo não é a descoberta do que não é conhecido, mas a realização do conhecido. “O que está aqui, está em todo o lugar”. “O que não está aqui, não está em todo o lugar.”(Visvasára Tantra)

Tantra é a ciência da forma humana, seu corpo, mente e alma. A essência do Tantra é a “conectividade” do ser interior com a vastidão do Universo. Apenas precisamos alinhar nossa forma humana com as energias cósmicas predominantes. Para mim, as energias cósmicas predominantes devem ser experimentadas na presença da Natureza, onde aprendemos a ouvir o ritmo das forças cósmicas.  A Natureza nos cura emocional, espiritual e fisicamente e revela a real divindade que dá a vida a cada átomo minúsculo que deseja que sua energia entre em forma. Por meio da natureza, purificaremos e pacificaremos nosso corpo e mente e assim atingiremos os níveis mais profundos de nossa alma, que é a verdadeira divindade.

Nossa vida nas agitadas cidades de concreto, em meio a dias que começam com experiências de segunda mão, nos desconectam dos poderes de cura que emanam da terra fazendo com que carreguemos vibrações de conectividade para nossos centros cerebrais o dia todo. 

É esse o tipo de existência que viemos experimentar? É essa a vida que escolhemos viver? É esse tipo de vibração que queremos emanar? É esse tipo de mundo que que desejamos compartilhar com gerações futuras?

Precisamos trazer o espírito do Tantra para nossa vida diária e começar a viver isso a cada momento. Começando com nosso corpo, nosso corpo é nosso templo e deve ser reverenciado em cada forma. O Tantra nos treina a acreditar que nosso corpo é um milagre vivo, um presente maravilhoso dos poderes superiores do Universo. Devemos aprender a proteger, amar e cuidar afetuosamente do corpo humano, pois ele nos revelará grandes mistérios. Em verdade, o Tantra afirma que todo o Universo reside em nosso corpo, que é uma forma de Deus se manifestar em Sua própria criação.

Acabamos sendo muito críticos com nosso corpo, construimos muitos desgostos com ele e expressamos essas limitações físicas com declarações negativas como : “Sou muito gorda”, “Ninguém me aceitará” e assim por diante. 

Por meio da prática do Yoga podemos curar nossa psique, aprender a aceitar nós mesmos e ser gentis conosco. Precisamos aprender a falar com nosso corpo e ouvir cuidadosamente o que ele diz por meio de dores de cabeça, tensões, ira, sensibilidades….que são mensagens de como precisamos mudar nosso jeito de viver para manter o corpo em sua harmonia e graça natural.

Surge um ponto em que precisamos deixar a lógica e a racionalidade de lado e apenas ouvir a Natureza por um tempo, para discernir sua voz sutil interior e receber a compreensão final, não no  sentir do conhecimento mental, mas no sentir direto.

Fonte: Shambavi Lorain Chopra/ P.R. Sardar


Categorias: Filosofia

Tags:, , , ,
%d blogueiros gostam disto: