Senso de liberdade

liberdade

Desafios, mudanças, relações às claras, custe o que custar, a alma gritando por honestidade e verdade. Não só das pessoas a volta, mas a nossa! Não importa pra onde caminhamos, o aprendizado é sempre o grande companheiro.

Quem sabe “ver”, e não apenas olhar a vida a sua Volta, percebe a conjunção de acontecimentos que nos colocam frente a nós mesmos.

Sempre achei curioso como existem pessoas que não importando o que aconteça em suas vidas, simplesmente passam por ela como que um acaso. Elas simplesmente não sabem “ver” além da situação em plano óbvio, simplesmente não questionam os “porquês”, e embora já ter tentado ser uma dessas pessoas em certas situações convencionais, que simplesmente aceita as convenções, e vive de acordo com as regras, eu não consegui, em um certo momento meu corpo adoeceu, me senti frustrada e desorientada, acabei sentindo que havia algo mais forte que um simples querer obedecer me impedia.

Sempre foi mais fácil seguir regras do que “ver verdades”e então compreendi que nem sempre era uma opção das pessoas negar as verdades ao redor e aceitar regras mas uma falta de saber que elas podiam ver e fazer diferente!

Como eu quero poder conversar de alma pra alma, ter amizades profundas, ser de verdade, não trabalhar por dinheiro, mas desenvolver meu talento e com ele ganhar dinheiro,  fazer diferença não na vida alheia, mas na minha vida … Percebi no Yoga um meio de liberdade pra mim mesma, poder compartilhar que através dele podemos juntos “crescer”.

Então aqui estou, estamos aqui… Exercendo nosso instinto, até onde podemos, transformando nossa vida naquilo que possa ser admirado e inspirado, saindo das convenções e usando o senso de liberdade até onde isso seja possível com o conhecimento que temos…
Exercendo a escolha, recriando, transformando, nos libertando…

Liberdade não é um momento, é um estado de espírito, esse que devíamos praticar a vida diária. E sejamos honestos, não há maior liberdade do que se descobrir em essência.

Indivisível e responsável…
…reconstituído em totalidade…
…Natural, Sagrado e Selvagem.

Poucos tem essa sorte, ou talvez não sorte, mas coragem de transformar a vida num desafio desacomodado, correr o risco e pagar o preço, literalmente, pq se olhar de verdade exige coragem, que nos coloca frente as coisas sagradas e a questões que exigem transformações.
NAMASTE


Categorias: Filosofia

Tags:
%d blogueiros gostam disto: